texas-moody

Outro incêndio em Monterrei, no México: desta vez, contra distribuidora de revistas

Dois dias após o incêndio de uma das sucursais do jornal El Norte, em Monterrei, ao norte do México, um caso semelhante aconteceu contra uma distribuidora de jornais e revistas na mesma cidade, na terça-feira, 31 de julh. Um grupo de cinco homens armados incendiaram uma banca de revistas após assaltar os funcionários que estavam no local, segundo o jornal Reforma.

Antes de provocar o incêndio com gasolina, os homens mandaram sair do edifício os funcionários da Distribuidora de Publicaciones (DIPSA), para que não houvesse feridos, reportou o Proceso. DIPSA é a única empresa que distribui jornais e revistas na cidade de Monterrei, segundo o jornal El Economista. .

Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio, que durou menos de cinco minutos, mas os criminosos fugiram numa caminhonete, informou o jornal Excélsior.

Na mesma semana, ocorreram quatro ataques semelhantes em Monterrei. Além do jornal El Norte e da distribuidora de revistas, também foram atacados de forma parecida um cassino e um supermercado, noticiou a revista Proceso.

O México é o país mais perigoso para jornalistas na América. Consulte este mapa sobre os ataques contra a imprensa no México, elaborado pelo Centro Knight para o Jornalismo nas Américas.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos