texas-moody

Eleições

Posts Tagged ‘ Eleições ’

RedCheq team

Meios colombianos se unem para fazer fact-checking durante eleições regionais por meio da RedCheq

Diferentemente de outros países latino-americanos, a Colômbia não tem eleições presidenciais neste ano, mas elegerá representantes locais como governadores, prefeitos e vereadores, entre outros cargos, em 27 de outubro. Como nas eleições presidenciais, as campanhas regionais podem ser afetadas pela disseminação de informações falsas. Por isso, Colombiacheck, o meio colombiano dedicado à verificação de dados, começou […]

Equipe Verificado Uruguay

Uruguai se une à luta contra a desinformação e lança plataforma de fact-checking para a eleição presidencial

Depois de pouco mais de oito meses de preparação e de chegar a acordos entre as organizações que apoiam a nova iniciativa de verificação de dados na região, o Uruguai se uniu à luta contra a desinformação com o lançamento do site de fact-checking Verificado.uy no dia 22 de julho.

Libertad de Prensa

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa em 2019 foca no tema 'jornalismo e eleições em tempos de desinformação'

Para o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa deste ano (DMLI), jornalistas e defensores da liberdade de imprensa vão se concentrar em mídia e eleições, bem como no papel da mídia nos processos de paz e reconciliação.

attacks on journalist - Image

Jornalistas brasileiros sofrem agressões no contexto das eleições presidenciais

Antes e durante a eleição para presidente no Brasil, que ocorreu no dia 28 de outubro, jornalistas foram alvos de ameaças físicas, verbais e digitais, além de agressões.

Meeting of the Advisory Council on Internet and Elections of the TSE in Brasília on Oct. 22. (Photo: Nelson Jr. / Ascom / TSE)

Iniciativas brasileiras de checagem pedem colaboração do TSE contra desinformação nas redes no contexto das eleições

Sete iniciativas de checagem do Brasil apresentaram nesta segunda-feira (22/10) uma carta com sugestões de medidas concretas que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode tomar para ajudá-las a combater a desinformação generalizada relacionada às eleições no país, cujo segundo turno acontece neste domingo (28/10).

O Poder de Eleger project also campaigned to answer user 'questions about the elections.

Projeto de checagem ‘O Poder de Eleger’ foca no WhatsApp para combater desinformação nas eleições no Brasil

O WhatsApp tem 120 milhões de usuários ativos no Brasil, segundo divulgou a empresa em julho deste ano. Este número equivale a mais da metade da população brasileira, estimada em 208,5 milhões de pessoas.

Hacker

Agressões contra jornalistas brasileiros se intensificam na reta final para as eleições gerais

No dia 7 de outubro, o eleitorado brasileiro vai às urnas em eleições gerais marcadas pela disseminação intensa de boatos e notícias fraudulentas nas redes sociais, fomentada também pela desconfiança de parte do público em relação à imprensa. Nesse ambiente político e midiático carregado, jornalistas têm sido alvos cada vez mais constantes de agressões por fazer seu trabalho de investigação e reportagem.

Cristina Tardáguila, diretora da Agência Lupa. (Divulgação)

Com ombudsman, Agência Lupa aposta em crítica profissional para aprimorar checagem de fatos na cobertura das eleições no Brasil

O ano de 2018 tem colocado diversos desafios para iniciativas de checagem de fatos no Brasil. Além de eleições gerais permeadas por polarização política intensa e o novo peso das redes sociais na disseminação de boatos, profissionais do fact-checking também se deparam com a desconfiança de parte do público, ainda em dúvida sobre o papel da checagem no ambiente midiático brasileiro.

Tribunal Superior Eleitoral Brasil

Justiça e Congresso enfrentam as 'fake news' no Brasil, mas críticos temem restrições à liberdade de expressão

O ano de 2018 verá eleições presidenciais em vários países da América Latina, e com elas o risco de desinformação generalizada causada pelas notícias fraudulentas, as chamadas “fake news”. No Brasil, a preocupação com o problema tem movido o poder público, e a quatro meses do pleito o TSE tomou sua primeira decisão relacionada ao combate às notícias fraudulentas no contexto das eleições.