texas-moody

Violência Contra Jornalistas

Crime scene investigator and judge

Maior compromisso dos Estados e apoio da sociedade: pontos-chave para frear o aumento dos assassinatos de jornalistas

Depois do ano que terminou com o maior número de jornalistas assassinados nos últimos cinco anos, a preocupação e as perguntas tomaram conta das organizações de liberdade de imprensa. Para especialistas, enquanto não houver uma política abrangente voltada para a prevenção, a proteção e a repressão de crimes contra jornalistas, é improvável que a situação mude. Mas também é necessário o apoio da sociedade: é preciso que ela entenda e defenda a liberdade de imprensa como um direito coletivo.

Journalists attending press conference in Brazil's Justice Ministry

Governo brasileiro atende a demanda de organizações de defesa da liberdade de imprensa e cria Observatório Nacional da Violência contra Jornalistas

O governo brasileiro anunciou a criação do Observatório Nacional da Violência contra Jornalistas, uma demanda de organizações de defesa da liberdade de imprensa e dos jornalistas. O secretário nacional de Justiça, Augusto de Arruda Botelho, falou à LatAm Journalism Review (LJR) que criação do novo órgão foi motivada pela “escalada de violência” contra jornalistas no país. Disposição do novo governo ao diálogo e à defesa da classe jornalística contrasta com a postura do governo de Jair Bolsonaro, um dos principais instigadores da violência contra a categoria no país.

Graphics of journalists being hit with a background of a protest in Peru.

Após viver o ano mais violento para a imprensa em 2022, jornalistas no Peru começam 2023 com quase uma agressão por dia na cobertura da crise social

Pouco mais de um mês após a destituição do presidente Pedro Castillo, a imprensa peruana registrou mais de 70 casos de agressão que incluem espancamentos, insultos e vandalização de equipamentos e instalações por parte de manifestantes, além de ameaças, obstrução de cobertura e até mesmo um ataque com balas de borracha por parte de policiais.

A book of Brazil's Constitution amid debris after invasion and pillage of Brazilian Congress

Agressão, roubo e ameaça de morte: jornalistas são atacados por bolsonaristas ao cobrir invasão e depredação de prédios públicos em Brasília

Pelo menos 12 jornalistas foram agredidos fisicamente, roubados ou ameaçados de morte por grupos de bolsonaristas enquanto cobriam os atos terroristas perpetrados por apoiadores do ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro no dia 8 de janeiro em Brasília. Milhares deles invadiram e depredaram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal perante a inação dos policiais presentes, que em mais de um caso também se recusaram a ajudar os jornalistas.

Covers of Mexican newspapers with a background of a car  on fire.

Jornalistas sofrem ameaças com armas e roubo de veículos e equipamentos durante distúrbios após prisão de chefe do tráfico no México

Pelo menos seis jornalistas foram vítimas de roubo, intimidação e impedimentos para trabalhar por parte de membros do crime organizado durante a onda de violência desencadeada no dia 5 de janeiro na capital do estado de Sinaloa, após a prisão de Ovidio Guzmán, filho de “El Chapo”.

Newspaper covers about Mexican journalists killed

Número de assassinatos de jornalistas na América Latina cresce 163% em 2022

Vinte e nove jornalistas e comunicadores foram assassinados na América Latina e Caribe em 2022, segundo dados do Comitê para Proteção dos Jornalistas (CPJ) contabilizados até 21 de dezembro. Em relação a 2021, o crescimento é de 163%. México e Haiti lideram o ranking de assassinatos de profissionais de imprensa.

Building of the Supreme Court of the United States

Após serem espionados, jornalistas de El Faro processam fabricante do spyware Pegasus nos Estados Unidos

Quinze jornalistas do meio digital El Faro, de El Salvador, entraram com um processo em um tribunal dos Estados Unidos contra a NSO Group, empresa israelense que fabrica o spyware Pegasus. “É preciso criar um precedente para que as empresas que promovem este mercado de espionagem e os clientes que executam este programa saibam que suas ações têm consequências”, disse Julia Gavarrete, uma das jornalistas de El Faro que movem a ação na Justiça dos EUA.

Headshots of journalists killed in Mexico in 2022

México encerra 2022 com quase vinte jornalistas assassinados, enquanto colegas e organizações pedem justiça e o fim da impunidade

Com o assassinato de Pedro Pablo Kumul em 21 de novembro em Veracruz, pelo menos 17 membros da imprensa foram assassinados no México em 2022. Jornalistas e organizações internacionais exigem justiça e concordam que somente a aplicação correta da justiça pode deter a sangrenta onda que ameaça o jornalismo no México.

'Me ligam para me ameaçar e dizer que não posso voltar': jornalista Michelle Mendoza, da Guatemala

A jornalista guatemalteca Michelle Mendoza, correspondente da CNN, está no exílio há seis meses após anos de perseguição e ameaças por seu trabalho jornalístico. Mesmo fora da Guatemala, ela é recebe constantemente ligações e mensagens para intimidá-la e impedi-la de retornar. Nesta entrevista, ela fala sobre sua situação e o assédio de que tem sido alvo.

Journalists who have been killed in Haiti in 2022

Violência, brutalidade policial e crise econômica deixam jornalismo no Haiti em situação crítica

Um jornalista assassinado, outro baleado e um preso e espancado pela polícia são as últimas vítimas da onda de violência contra a imprensa no Haiti, onde oito jornalistas já foram mortos neste ano. Ao mesmo tempo, a crise sociopolítica e a pobreza estão lentamente sufocando os meios de comunicação do país.