texas-moody

Violência Contra Jornalistas

Atores estatais foram os principais agentes de violência contra mulheres jornalistas no Brasil em 2021, aponta Abraji

Monitoramento realizado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) registrou 119 casos de violência de gênero contra jornalistas em 2021 no Brasil. Destes, 58 tiveram a participação de autoridades estatais – o presidente da República, Jair Bolsonaro, participou de oito destes ataques. O levantamento evidencia a especial vulnerabilidade de jornalistas dedicadas à editoria de política, já que 60% dos ataques foram motivados pela cobertura deste tema.

Mexican journalist Anabel Hernández

'Não interessa ao governo (mexicano) defender os jornalistas, para eles somos um estorvo’: 5 perguntas para Anabel Hernández

A repórter mexicana acredita que o mecanismo de proteção a jornalistas não dará bons resultados enquanto persistir a impunidade a crimes contra a imprensa em seu país. E enquanto o presidente não desistir de seu discurso hostil de intimidação ao jornalismo.

Israel Silva, Jairo de Sousa e Gleydson Carvalho: jornalistas assassinados são tema de documentário sobre violência contra comunicadores no Brasil. Crédito: Boca Fechada

Assassinato de jornalistas no Brasil: documentário mostra violência contra comunicadores em cidades pequenas

Documentário brasileiro ‘Boca Fechada’ parte das histórias de três comunicadores executados por pistoleiros para mostrar a vulnerabilidade de jornalistas críticos em cidades pequenas do interior do país.

Pancarta por justicia en el asesinato del periodista Juan Carlos Muñiz.

Jornalistas e organizações nacionais e internacionais clamam por justiça após sétimo assassinato de jornalista no México em 2022

O jornalista Juan Carlos Muñiz foi assassinado em Zacatecas em 4 de março. Organizações como RSF, Artigo 19 e SIP, assim como jornalistas do México e do exterior, exigiram das autoridades mexicanas o fim da violência contra os comunicadores.

Illustration of a shootout on the street and reporters covering it

Como se manter seguro na cobertura de conflitos violentos na América Latina

Especialistas na cobertura de confrontos violentos na América Latina alertam para a necessidade de um treinamento de segurança completo que envolva toda a redação, desde os chefes até os repórteres.

Woman journalist photographing in risky situation

Webinar multilíngue e curso autodirigido gratuito ajudam mulheres jornalistas e aliados a combater ameaças e violência

Para ajudar a aumentar a conscientização sobre as ameaças que as mulheres jornalistas enfrentam em todo o mundo e promover soluções concretas, o Centro Knight, a International Women's Media Foundation (IWMF) e a UNESCO estão organizando em conjunto um webinar gratuito e multilíngue no Dia Internacional da Mulher, 8 de março às 10h (horário central dos EUA).

Photos of murdered Mexican journalists scattered on the ground during a protest

‘Falhas estruturais’ dificultam eficácia de mecanismos de proteção a jornalistas em Brasil, Colômbia, Honduras e México, aponta RSF

Relatório da Repórteres Sem Fronteiras encontrou “graves problemas, que requerem mudanças urgentes”, nos mecanismos de proteção a jornalistas nestes quatro países, que concentram 90% dos assassinatos de jornalistas perpetrados na América Latina nos últimos dez anos

Featured UnescoPart2

Jornalistas latino-americanos que cobrem conflitos violentos em seus próprios países enfrentam incertezas e dinâmicas em transformação

Histórias sobre gangues e organizações criminosas, áreas de fronteira com a ambiguidade de seus limites e jurisdições, cidades urbanas marginais ou uma simples praça central de uma cidade tomada por cartéis de drogas são alguns dos temas e cenários latino-americanos onde os jornalistas da região podem encontrar suas melhores reportagens ou uma situação de vida ou morte.

Periodistas asesinados

Quem eram os jornalistas assassinados no México neste ano?

Os comunicadores vítimas da onda de violência no início de 2022 têm denominadores em comum, como serem independentes ou trabalharem em projetos nativos digitais próprios sobre assuntos locais de política, segurança e corrupção.

AMLO Loret

Presidente do México revela renda de jornalista e público reage de forma inédita nas redes sociais

Depois que López Obrador revelou o que o jornalista Carlos Loret de Mola supostamente ganhou em um ano, mais de 64 mil pessoas aderiram a um Twitter Space em que as ações do presidente e a crescente violência contra a imprensa no México foram condenadas. A discussão havia registrado mais de 1,5 milhão de ouvintes na segunda-feira, 14 de fevereiro.